NOTÍCIAS

NOTÍCIA

quinta, 13 de agosto de 2015
Codemig e Setur promovem evento para apresentar êxito de Bonito ao setor turístico mineiro

Com o objetivo de promover o desenvolvimento socioeconômico e o intercâmbio de experiências bem-sucedidas, a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur) realizam na próxima quinta-feira, 14/5, às 9h30, o evento “Caso de sucesso: o sistema de gestão do turismo implantado em Bonito (MS)”. O encontro, que ocorrerá no auditório da Codemig (Rua Manaus, 467, Santa Efigênia, Belo Horizonte), busca reunir representantes de entidades ligadas ao turismo, bem como de prefeituras, de secretarias municipais e estaduais e de empreendimentos turísticos da Companhia, por exemplo. Na ocasião, serão abordadas a gestão e a comercialização do destino turístico de Bonito, além da interface entre Poder Público e iniciativa privada. A cidade sul-mato-grossense foi eleita o melhor destino de ecoturismo responsável do mundo, com o prêmio internacional World Responsible Tourism Awards, entregue em 2013 durante o World Travel Market, um dos maiores eventos de turismo do planeta.

A iniciativa de realizar o seminário partiu da Codemig, tendo em vista que o fomento ao turismo é uma importante atividade desenvolvida pela Companhia. Entre seus empreendimentos, estão o Grande Hotel de Araxá e o Palace Hotel de Poços de Caldas, além de balneários e parques situados na região do Circuito das Águas, por exemplo. “O clima agradável, as belíssimas paisagens, as variadas opções de passeios, a famosa culinária e a tradicional hospitalidade do povo mineiro compõem um conjunto único e diferenciado de atrativos, que fazem das cidades de Minas Gerais um destino inesquecível”, assinalou a diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, Fernanda Medeiros Azevedo Machado.

A palestra desta semana será ministrada pela secretária municipal de Turismo, Indústria e Comércio de Bonito, Juliane Ferreira Salvadori, e pelo presidente da Associação dos Atrativos Turísticos de Bonito e Região (Atratur) e do Conselho Municipal de Turismo de Bonito (Comtur), Marcos Dias Soares. Ambos demonstram satisfação e expectativa para esta primeira oportunidade de compartilharem suas experiências em Minas Gerais.

“Nenhum destino é igual ao outro. Essa troca de experiências é muito importante, pois precisamos fortalecer o turismo no Brasil, em nível mundial e internamente, entre os próprios brasileiros. Ficamos felizes em poder compartilhar nossas experiências e também aprender”, comentou Juliane Salvadori. A secretária realçou que a visão do turismo responsável praticada em Bonito vai além de receber bem os turistas, ao valorizar também os moradores da cidade. Assuntos de interesse da comunidade local, como saúde, educação, meio ambiente e habitação, são discutidos no âmbito do Conselho Municipal de Turismo.

Além disso, dada a grande importância da atividade turística para o município, são consideradas melhorias constantes para a população e para a qualidade dos serviços prestados aos visitantes, segundo ela. Atualmente, por exemplo, está sendo implantado um sistema de segurança para o turista. “O crescimento da atividade tem que ser sustentável, de acordo com nossa capacidade para receber com qualidade”, pontuou Juliane. O prêmio recebido em 2013, que deu à cidade o título de melhor destino de ecoturismo responsável do mundo, foi o primeiro na esfera internacional alcançado por Bonito e representou um “divisor de águas”, de acordo com a secretária.

O presidente da Atratur e do Comtur lembrou que, nessa premiação, havia 80 inscritos na categoria “melhor destino”. Segundo Marcos Soares, Bonito ficou entre os quatro finalistas e venceu a disputa, transmitida ao vivo pela rede de televisão BBC em Londres. A qualificação da mão de obra, o aperfeiçoamento dos atrativos naturais e a preservação da identidade local foram destacados por ele como aspectos relevantes para os quais o município está sempre atento. “Mais de 50% do emprego formal em Bonito é gerado pelo turismo. Toda família tem alguém envolvido nesse setor, com carteira assinada”, acentuou. Marcos Soares apontou, ainda, a importância da participação do meio empresarial no desenvolvimento do turismo bonitense ao longo dos anos.

De acordo com informações da Prefeitura de Bonito, o município integra o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena. Suas principais atrações abrangem paisagens naturais, mergulhos em rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas, cavernas e dolinas. O turismo é a principal atividade da região, buscando a interferência mínima na natureza.

Iniciativa pioneira: voucher único completa 20 anos

Mundialmente reconhecida como o melhor destino de ecoturismo, a cidade de Bonito destaca-se por seu modelo de gestão turística. Uma das mais famosas e exitosas ações desenvolvidas é o voucher único, sistema que permite a reserva e a compra de passeios turísticos por meio de um único programa. O mecanismo, implantado no município há 20 anos, também possibilita controlar a quantidade de visitantes e vendas para determinado passeio, considerando a capacidade de carga do atrativo e protegendo o meio ambiente. Além da organização, do acesso e do ingresso de usuários, o voucher ainda confere transparência à arrecadação de tributos. Visitantes podem adquiri-lo em agências de turismo da cidade.

Marcos Soares ressaltou o pioneirismo da ação. “O voucher único foi criado pelo Conselho Municipal de Turismo”, afirmou, assinalando o envolvimento e a parceria das iniciativas pública e privada. Para Juliane Salvadori, trata-se do “grande instrumento que organiza toda a atividade turística em Bonito”. A ferramenta, inicialmente utilizada em meio impresso, hoje tem plataforma digital.