NOTÍCIAS

NOTÍCIA

terça, 09 de agosto de 2016
Codemig inicia venda de vouchers para 60 voos regionais em Minas Gerais

Doze municípios do interior passam a ter ligação aérea direta com a capital

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), iniciou a implementação do Projeto de Integração Regional de Minas Gerais - Modal Aéreo (PIRMA). A partir desta semana, os interessados já podem adquirir seus vouchers para os voos, que começarão a ser realizados no dia 17 de agosto. As vendas são feitas pelo site www.voeminasgerais.com.br.

Doze municípios foram selecionados na primeira fase do projeto, com voos de ida e volta, sem escalas, para o Aeroporto da Pampulha em Belo Horizonte: Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Juiz de Fora, Muriaé, Patos de Minas, Ponte Nova, São João del-Rei, Teófilo Otoni, Ubá, Varginha e Viçosa. Essa iniciativa inédita está alinhada às diretrizes estratégicas do plano governamental de levar ações de desenvolvimento econômico aos diversos territórios de Minas Gerais.

As viagens são oferecidas em aviões de pequeno porte, modelo Cessna Grand Caravan 208 B, homologados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para o transporte de até nove passageiros. A companhia aérea que irá prestar o serviço é a Two Táxi Aéreo, vencedora da licitação realizada pela Codemig. Em média, cada voo cobrirá 200 quilômetros, terá duração de 40 minutos e custará cerca de R$ 300,00 por passageiro.

As rotas e frequências dos voos foram definidas preferencialmente para cidades não atendidas pela aviação regular e a partir de uma ampla pesquisa de mercado, que ouviu 2.100 pessoas em 31 municípios do estado, para identificar a demanda pelo transporte aéreo nessas cidades. Em uma segunda etapa, confirmada a sustentabilidade técnica e econômica do projeto, poderão ser incluídas novas localidades e ampliada a frequência dos voos.

O uso de aeronaves de pequeno porte para o transporte de passageiros e cargas é usual na região Norte do Brasil. Em Minas Gerais, a iniciativa é inédita. A Codemig está investindo no empreendimento para estimular a cultura da aviação regional, com potencial para se tornar uma operação sustentável, capaz de estimular o turismo e os negócios em todas as regiões do estado.

PIRMA e aviação

O Projeto de Integração Regional de Minas Gerais - Modal Aéreo busca fomentar os negócios regionais, desenvolver o turismo e facilitar o deslocamento de moradores do interior a Belo Horizonte, permitindo que tenham acesso rápido a eventos e serviços disponíveis na capital.  Para Minas Gerais, que possui uma área total de quase 600 mil quilômetros quadrados, o investimento na regionalização por meio do transporte aéreo é estratégico e indispensável para atender a meta de redução das desigualdades nos 17 territórios de desenvolvimento criados pelo Governo do Estado.

Segundo informações da ANAC, Minas Gerais conta atualmente com 121 aeródromos privados e 86 públicos. A administração, manutenção e exploração dos aeródromos públicos são atribuições da União.  Porém, a Setop vem trabalhando em processos de delegação União – Estado, possibilitando investimentos do Governo estadual em reformas, melhorias e posterior delegação aos municípios ou empresas, para operação e manutenção.

Outras informações estão disponíveis em:
www.voeminasgerais.com.br
www.facebook.com/voeminasgerais