NOTÍCIAS

NOTÍCIA

terça, 24 de novembro de 2015
Codemig recebe 137 inscrições para Edital de incentivo ao Audiovisual

Entre os quesitos a serem analisados, está o potencial criativo da proposta de desenvolvimento a partir do conceito (longa-metragem ou obra seriada), considerando a relevância do tema, a comunicabilidade e a adequação da proposta ao público-alvo, bem como a estrutura dramática e a construção dos personagens (pesquisa e conceito). Também serão avaliados o cronograma, a estimativa de custos e o planejamento para execução do projeto até a finalização do roteiro, além do histórico de projetos desenvolvidos e produzidos pelo proponente.

 

O Edital de fomento à produção audiovisual prevê a seleção de 11 propostas: três de longa-metragem ficção e duas de longa-metragem animação, com prêmio de R$ 150 mil para cada; duas de longa-metragem documentário, com investimento de R$ 75 mil; dois projetos de obra seriada de ficção e um de obra seriada de animação, recebendo R$ 150 mil cada; e uma obra seriada documentário, com benefício de R$ 150 mil.

 

Puderam participar do Edital pessoas físicas residentes no Estado ou empresas sediadas em Minas Gerais há, no mínimo, 12 meses. O investimento do Governo de Minas Gerais, por meio da Codemig, nesta iniciativa é da ordem de R$ 1,5 milhão.

 

A iniciativa integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, uma ação inédita capaz de fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$20 milhões em iniciativas de valorização de variados segmentos, como Gastronomia, Audiovisual, Design, Moda, Música e Novas Mídias. 

 

A Codemig já lançou também outros dois editais de fomento à Indústria Criativa: um de apoio à realização de festivais de gastronomia no Estado (cujas inscrições foram de 27 de agosto a 19 de outubro de 2015) e outro para incentivo ao segmento da moda, com a 2º edição do Prêmio Empresa Tendência, que teve inscrições abertas em 14 de outubro e segue até 2 de dezembro deste ano. As informações e os documentos estão disponíveis no site www.codemig.com.br.

 

Com ações como estas, a Codemig evidencia sua atuação alinhada às diretrizes estratégicas e às políticas públicas inovadoras do Governo de Minas Gerais, em prol do desenvolvimento econômico do Estado e do bem-estar social dos mineiros.

 

A Indústria Criativa

 

As quatro grandes áreas criativas podem ser classificadas em segmentos como: Publicidade, Arquitetura, Design e Moda (na área criativa do Consumo); Expressões Culturais, Música, Artes Cênicas e Patrimônio e Artes (na categoria Cultura); Editorial e Audiovisual (Mídias); e Pesquisa & Desenvolvimento, Tecnologias da Informação e da Comunicação e Biotecnologia (Tecnologia). Estudo da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro traz um panorama da Indústria Criativa no Brasil. Em 2013, eram 251 mil empresas, um crescimento de 69,1% em relação a 2004. O setor mostra um avanço também em relação ao PIB: em 2013, a Indústria Criativa representou 2,6% do total de riquezas produzida no Brasil (R$ 126 bilhões).