NOTÍCIAS

NOTÍCIA

terça, 24 de novembro de 2015
Governo de Minas Gerais e Codemig anunciam investimentos de R$ 20 milhões em diversas ações de fomento à Indústria Criativa

O Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, ação inédita capaz de fomentar novos negócios que gerem empregos e riquezas para o Estado, foi lançado na noite do último sábado, na 18ª edição do Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes. O evento reuniu lideranças de órgãos públicos e privados no Centro Cultural Yves Alves (Sesi). 

“Esta é uma celebração da nova postura da Codemig”, realçou o secretário de Estado de Cultura, Ângelo Oswaldo. Ele parabenizou a Companhia e destacou a transversalidade do Programa, que passa pela cultura, pelo turismo, pela cidadania e pelo progresso econômico, alavancando a Indústria Criativa, transformando a vida e construindo o desenvolvimento. “Iniciamos hoje a nova política mineira do audiovisual”, pontuou. O secretário também enalteceu a cidade escolhida para o lançamento do Programa: “Hoje, Tiradentes é uma estrela da gastronomia, da cultura e do turismo. Queremos que Minas Gerais seja uma constelação”. 

O secretário de Estado de Turismo, Mário Henrique Caixa, frisou a parceria inovadora entre a Codemig e a Secretaria para fomentar o turismo de modo frequente, e não apenas durante festivais gastronômicos. 

O presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, afirmou que o Programa será sistemático e dará nova dimensão às ações culturais e de incentivo à economia criativa. Conforme destacado por ele, a iniciativa se estenderá para além da Região Metropolitana de Belo Horizonte, ao valorizar as distintas regiões de Minas Gerais e promover a interiorização do desenvolvimento. “Trabalho é o foco do nosso Governo”, enfatizou. Um novo diferencial apontado por Castello Branco é a parceria com a Associação Mineira de Supermercados (AMIS) na distribuição de produtos mineiros em estabelecimentos comerciais, como os materiais expostos no estande do Governo de Minas Gerais e da Codemig durante o Festival de Tiradentes. “Estamos também imbuídos de ativar a cadeia produtiva”, assinalou. “Os recursos que a Codemig tem o privilégio de gerir serão direcionados para o desenvolvimento”, concluiu. 

De acordo com a diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, Fernanda Medeiros Azevedo Machado, o objetivo do Programa é “trabalhar a Indústria Criativa como instrumento estratégico no desenvolvimento econômico do Estado”. Trata-se de um setor que contempla a criação, a produção e a distribuição de bens e serviços fundamentados nas ideias como fonte de vantagem competitiva, envolvendo atividades profissionais e econômicas que usam criatividade e capital intelectual como insumo principal para geração de valor. A diretora acentuou que o setor é responsável pela geração de aproximadamente 893 mil empregos diretos no País (alta de 90% em dez anos), sendo mais de 78 mil em Minas Gerais. 

O evento também contou com a assinatura do Termo de Cooperação entre Codemig e os parceiros Sebrae-MG, Fiemg e Fecomércio, marcando a união de esforços entre as entidades para a promoção de ações e projetos de fomento compartilhados. Também houve assinaturas de autorização para a publicação dos editais de Audiovisual (entre Codemig e Secretaria de Estado de Cultura) e Gastronomia (entre Codemig e Secretaria de Estado de Turismo). Além disso, a Fiemg, por meio do Instituto Estrada Real, oficializou o protocolo de intenções para o licenciamento da marca Estrada Real junto à Cooperativa dos Produtores Rurais do Serro, contribuindo para o estímulo da cadeia produtiva do turismo e a geração de emprego e renda nas comunidades locais. 

Novos editais e ações 

Nesta semana, dois editais estão sendo publicados, sendo um de fomento à produção audiovisual e outro de apoio à realização de festivais de gastronomia no Estado. Cada um deles contará com recursos de R$ 1,5 milhão. O edital e as informações estarão disponíveis no site www.codemig.com.br. 

Para o Edital do segmento de Audiovisual, já disponível no site da Codemig, serão selecionadas 11 propostas: três de longa-metragem ficção e duas de longa-metragem animação, com prêmio de R$ 150 mil para cada; duas de longa-metragem documentário, com investimento de R$ 75 mil; dois projetos de obra seriada de ficção e um de obra seriada de animação, recebendo R$ 150 mil cada; e uma obra seriada documentário, com benefício de R$ 150 mil. As inscrições serão realizadas entre 26 de agosto e 9 de outubro deste ano. Podem participar pessoas físicas residentes no Estado ou empresas sediadas em Minas Gerais há, no mínimo, 12 meses. Os critérios de seleção levarão em conta quesitos como potencial criativo, estrutura dramática e relevância do tema, cronograma, orçamento e currículo do proponente. 

Outra ação prevista é a realização do Minas Audiovisual Expo 2016 (MAX), de 1º a 5 de junho de 2016, em Belo Horizonte, com o objetivo de fortalecer o segmento mineiro no cenário nacional. O evento de comercialização da produção cinematográfica mineira para os mercados nacional e internacional promoverá seminário, mostras e rodadas de negócios com apresentação de projetos e pilotos para grandes compradores da televisão brasileira. 

Em parceria com a TV Rede Minas, será lançado, ainda, Edital com recursos da Codemig da ordem de R$ 1 milhão, para fortalecer esse importante veículo de comunicação no Estado. A iniciativa prevê o investimento na produção independente mineira. 

Por sua vez, o Edital de incentivo à Gastronomia prevê a seleção de até seis eventos exclusivamente dedicados à divulgação e à comercialização da gastronomia em Minas Gerais, com realização prevista até o fim de 2016. Cada um deles receberá investimento de até R$ 250 mil.