NOTÍCIAS

NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

terça, 25 de outubro de 2016
teste
teste
teste

teste link

sexta, 07 de outubro de 2016
Codemig anuncia vencedores do Prêmio Empresa Tendência durante Minas Trend
Codemig anuncia vencedores do Prêmio Empresa Tendência duran...
Codemig anuncia vencedores do Prêmio Empresa Tendência durante Minas Trend

Premiação está em sua terceira edição e estimula a produção dos pequenos empreendedores de moda do estado

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), anunciou nesta quinta-feira, 6/10, durante o Minas Trend, os vencedores do 3º Prêmio Empresa Tendência, que tem o objetivo de estimular a produção dos pequenos empreendedores de moda do estado. A marca de acessórios Carlos Penna ficou com o primeiro lugar, seguida da Nuu Shoes (calçados) e, em terceiro lugar, da marca de vestuário T.ez.

Uma seleção, aberta a empresas de todo o estado, definiu 14 marcas de diversas regiões mineiras para expor seus produtos em estandes coletivos nesta 19ª edição do Minas Trend, que ocorre entre os dias 4 e 7 de outubro no Expominas Belo Horizonte. Durante o Minas Trend, os participantes foram visitados pela comissão de avaliação do 3º Prêmio Empresa Tendência e analisados segundo os critérios: originalidade e design, qualidade de produção e acabamento, profissionalismo, potencial de expansão do negócio, adequação ao público alvo, apresentação e comunicação da marca.

Fizeram parte da comissão de avaliação o estilista Dudu Bertholini e a publicitária e jornalista de moda Natália Dornellas. As três grifes contempladas receberão como prêmio um estande próprio com montagem completa na 20ª edição do Minas Trend, em abril de 2017. O prêmio é anual e está em sua terceira edição.

Os ganhadores

Carlos Penna (Acessórios) – 1º lugar
Mineiro de Coronel Fabriciano, Carlos Penna deixou a faculdade de Arquitetura para cursar moda e logo se interessou pela produção de acessórios. Apaixonado por inovação, o designer brinca com formas e materiais inusitados.

“Cada coleção traz sempre um material ou técnica completamente novos. Na coleção atual, temos anzóis e outras peças de varas de pescar, telas metálicas de bateias e uma liga de cobre que evoca os tachos de doce típicos de Minas”, conta Carlos. A participação do designer no Minas Trend não se resumiu ao estande — suas peças também ganharam a passarela nos desfiles das marcas Plural e Lucas Magalhães. “A articulação de desfile e estande fez com que essa edição Minas Trend fosse de muitos contatos para a gente”, comemora.

Nuu Shoes (Calçados) – 2º lugar
As designers Marina Lerbach e Marcela Torres transformaram a amizade em parceria criativa e de negócios em 2015, quando lançaram a Nuu Shoes. O nome, que faz referência à interjeição tão mineira, também indica a estética limpa que orienta a criação da dupla.

“Nosso objetivo é fazer um calçado lindo, confortável e que leva a mulher a todos os lugares, em todas as ocasiões”, resume Marina. O ponto de vista das designers encontrou eco entre os compradores do Minas Trend: a Nuu Shoes fechou vendas com lojistas do Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e também Belo Horizonte. “Além das encomendas já recebidas, temos muita expectativa de firmar parcerias futuras, devido à grande visibilidade que tivemos aqui”, relatou.

T.ez (Vestuário) – 3º lugar
O caminho de Tadeu Soares até a moda passou pelo Direito e por uma viagem a Paris. Durante uma estadia na capital francesa para cursar parte da faculdade, o mineiro de Sabará ficou ainda mais exposto a antigas paixões, como a Arte e a História. De volta ao Brasil, Tadeu decidiu se dedicar de vez à moda e em 2015 lançou a T.ez.

A coleção atual, inspirada no pintor holandês Piet Mondrian, “traz um patchwork de cores que adapta as linhas geométricas do artista às curvas do corpo feminino”, conforme descreve o estilista. Tadeu define o contato com os compradores no Minas Trend como uma chance de muito aprendizado: “Meu trabalho é muito autoral, mas não negligencio o lado comercial das peças. Tive feedback de compradores nacionais e internacionais e estou muito aberto às demandas do lojista”, garante.  

Aqui se cria

O Minas Trend é realizado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e conta com o apoio da Codemig. O evento é considerado o maior salão de negócios do setor do Brasil. A 19ª edição apresenta o tema “Aqui se cria”. O conceito traça um paralelo entre a vanguarda do barroco mineiro e o conjunto arquitetônico da Pampulha, um dos ícones do modernismo no Brasil. A proposta é celebrar esses dois movimentos como símbolo da vocação mineira para inovação, considerada diferencial competitivo na indústria da moda.
 
Dentro desse contexto, a concepção gráfica e visual do Minas Trend é baseada em elementos presentes no barroco e no modernismo – movimento, contraste, expansão e ruptura. Os cenários criados no Expominas são abstratos, em preto e branco, para refletir o contraste entre luz e sombra, pontuando a luminosidade do ouro e o azul que remete ao céu presente nas obras dos grandes pintores modernistas brasileiros.
 
O Minas Trend oferece aos compradores de todo o Brasil e do exterior uma experiência única, ao aliar negócios e atividades como desfiles, exposições e palestras, de forma a estimular a criatividade e novas práticas de gestão entre os profissionais do setor.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemig à moda integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa. A iniciativa estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 20 milhões em iniciativas de valorização dos setores de moda, gastronomia, audiovisual, design, música e novas mídias. A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários.

A cadeia produtiva da moda oferece importante contribuição à economia do estado. Em 2013, gerou riquezas no valor de R$ 3,3 bilhões. Os dados são de uma pesquisa encomendada pela Codemig à Fundação João Pinheiro. O estudo revelou que, em 2014, os empregos do setor corresponderam a 15,2% da indústria de transformação, e a moda impulsiona a economia de 135 municípios de Minas Gerais, onde o setor tem peso maior na produção industrial do que a média do estado.

Outras informações em:
www.facebook.com/minasdetodasasartes
E no Instagram: @minasdetodasasartes

quarta, 05 de outubro de 2016
Governo do Estado e Codemig realizam estudo inédito sobre a moda em Minas Gerais
Governo do Estado e Codemig realizam estudo inédito sobre a...
Governo do Estado e Codemig realizam estudo inédito sobre a moda em Minas Gerais
quarta, 05 de outubro de 2016
Codemig sedia 7º Simpósio SAE BRASIL de Materiais
Codemig sedia 7º Simpósio SAE BRASIL de Materiais
Codemig sedia 7º Simpósio SAE BRASIL de Materiais

Neste dia 6, quinta-feira, a Codemig sedia a realização do 7º Simpósio SAE BRASIL de Materiais, de 8h30 às 17h30. O tema do evento é “Antevendo o Futuro: Reduzir, Reutilizar e Reciclar”.

Pensar em alternativas ecologicamente corretas hoje tornou-se essencial para garantir um futuro saudável para o planeta. A população mundial de sete bilhões e os recursos naturais finitos requerem que as práticas de consumo e produção sejam repensadas urgentemente. É com essa proposta que o 7º Simpósio SAE BRASIL de Materiais abre as discussões para os desafios da mobilidade. Serão debatidas formas de reduzir o consumo de recursos naturais, os custos de transformação e o impacto ao meio ambiente. No assunto reciclagem, a escolha por matérias que a permitam é a chave para reduzir efeitos negativos ao meio ambiente, dentro do princípio de que a maneira mais eficiente para reduzir o problema do lixo é, primeiramente, não criar mais.

A SAE BRASIL reúne associados em torno de temas como engenharia automotiva, aeroespacial, ferroviária e naval, novidades tecnológicas em mobilidade, estímulo a inovações, aperfeiçoamento profissional, formação de novos talentos, publicações técnicas e outros. Mais informações: http://portal.saebrasil.org.br/.

terça, 04 de outubro de 2016
Governo do Estado e Codemig trazem variedade da moda mineira para o Minas Trend
Governo do Estado e Codemig trazem variedade da moda mineira...
Governo do Estado e Codemig trazem variedade da moda mineira para o Minas Trend
quarta, 21 de setembro de 2016
Governo de Minas Gerais oferece oportunidade no Minas Trend a empresas do interi...
Governo de Minas Gerais oferece oportunidade no Minas Trend...
Governo de Minas Gerais oferece oportunidade no Minas Trend a empresas do interior
quinta, 01 de setembro de 2016
Novo edital de incentivo à gastronomia lançado pela Codemig e pela Setur recebe...
Novo edital de incentivo à gastronomia lançado pela Codemig...
Novo edital de incentivo à gastronomia lançado pela Codemig e pela Setur recebe propostas até 17/10

Iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais potencializa a cadeia produtiva gastronômica e vem com novidades em prol da regionalização do desenvolvimento

Estão abertas as inscrições para o Edital de Incentivo à Gastronomia 2016, lançado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur). A iniciativa destina R$ 1,5 milhão à valorização da gastronomia no Estado, por meio do apoio a eventos nos cinco territórios gastronômicos mineiros — Cerrado, Central, Espinhaço, Mantiqueira e Rios. Clique aqui para ler o Edital de Incentivo à Gastronomia 2016 na íntegra, baixar os formulários e ter acesso a outras informações do processo.

O edital propõe apoio a projetos em três categorias: Festivais Gastronômicos (voltada para eventos que já realizaram pelo menos uma edição nos últimos três anos), Food Truck nos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (para eventos que reúnam pelo menos oito food trucks) e Novos Eventos, que pretende estimular a criação de novos festivais e iniciativas pelo Estado. Interessados devem enviar suas propostas até o dia 17 de outubro de 2016. 

Para o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria, o turismo e a gastronomia caminham lado a lado. “Nosso foco é que esse forte elemento cultural (gastronomia) se torne uma experiência inigualável para os turistas, fazendo com que a identidade do povo mineiro seja conhecida e reconhecida mundialmente”, salienta.

Estratégia de desenvolvimento

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Codemig, está investindo de modo pioneiro na gastronomia do Estado, setor estratégico na geração de emprego e renda para a economia mineira. O edital vai potencializar a cadeia produtiva gastronômica em Minas Gerais e movimentar o fluxo turístico regional e nacional, reforçando o posicionamento do Estado como um destino turístico gastronômico de referência no País.

“Considerada como cartão postal do Estado, a gastronomia mineira faz parte da nossa história e da nossa cultura. Dessa forma, o trabalho da Setur está pautado na promoção da gastronomia mineira enquanto produto turístico, promotor de destino e fator gerador de renda”, destaca o secretário Ricardo Faria. 

Com a primeira edição do edital, lançada em agosto de 2015, a Codemig investiu R$ 1,5 milhão no setor. Foram recebidas 72 inscrições, e selecionados projetos de eventos gastronômicos em 11 municípios mineiros (Belo Horizonte, Brumadinho, Diamantina, Divinópolis, Igarapé, Itabira, Juiz de Fora, Lambari, Nova Lima, São Gonçalo do Rio das Pedras e São João del-Rei). O objetivo, neste ano, é dobrar o número de contemplados e distribuir os recursos em cada um dos 17 Territórios de Desenvolvimento do Estado.

“Após o sucesso da seleção de 2015, teremos duas novidades para a edição 2016: a criação da categoria Novos Eventos e a ampliação da categoria Food Trucks, antes válida somente para municípios da Estrada Real, e agora para todos os 45 Circuitos Turísticos do Estado. As duas mudanças vão abrir possibilidades para as cidades e regiões que ainda não têm eventos gastronômicos consolidados”, explica a diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, Fernanda Machado.

Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes

O lançamento do Edital de Incentivo à Gastronomia da Codemig foi anunciado na última sexta-feira (26/8), no Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes, um dos eventos gastronômicos mais importantes do País. Na sua 19ª edição, o evento vai mobilizar mais de 350 profissionais de gastronomia e deve atrair para Tiradentes cerca de 40 mil pessoas de todo o Brasil, entre os dias 26 de agosto e 4 de setembro.

Em 2016, o Governo do Estado de Minas Gerais está presente no festival com o espaço Minas de Todas as Artes. Uma parceria entre a Codemig, a Secretaria de Estado de Turismo, o Sebrae-MG e o Senac-MG, o local permite ao visitante conhecer, de maneira interativa, as etapas da cadeia produtiva da gastronomia. Percorrendo os espaços Origem Minas, Cozinha ao Vivo, Espaço Interativo, Espaço Aulas e Cápsula dos Sentidos, o público pode apreciar os elementos que fazem um bom prato antes que ele chegue à mesa: os produtos in natura, os modos de fazer tradicionais e as técnicas dos chefs, por exemplo.

Outras informações sobre o Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes estão disponíveis no site www.farturagastronomia.com.br.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemig à gastronomia integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, lançado em agosto de 2015. A iniciativa inédita e estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 20 milhões em editais de fomento e fortalecimento, com iniciativas de valorização de setores como gastronomia, audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. Estima-se que haja mais de 250 mil empresas no Brasil na área da Indústria Criativa. Acompanhe as iniciativas do programa Minas de Todas as Artes no Facebook (www.facebook.com.br/minasdetodasasartes), no Instagram (@minasdetodasasartes) e no site da Codemig.

quinta, 25 de agosto de 2016
Abertas inscrições para concurso cultural "Leandro Gabriel - Esculturas"
Abertas inscrições para concurso cultural "Leandro Gabriel -...
Abertas inscrições para concurso cultural "Leandro Gabriel - Esculturas"

Estão abertas, até 30 de setembro, as inscrições para o concurso cultural “Leandro Gabriel – Esculturas”. Os participantes devem criar uma frase sobre a exposição que está no Espaço Cultural Tergip. O autor da frase mais criativa será premiado com uma escultura doada pelo artista especialmente para o concurso. O regulamento e as orientações para inscrição encontram-se disponíveis no Espaço.

A ação faz parte da reinauguração do Espaço Cultural Tergip realizada pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), no dia 03/08, no Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (Tergip), em Belo  Horizonte.

Espaço Cultural Tergip

O Espaço Cultural Tergip está localizado no hall de entrada do terminal rodoviário e será responsável por receber e promover atrações culturais, proporcionando a interação e a interlocução da população com a arte.  Objetivando democratizar os bens culturais, o local resgatará uma função social da rodoviária. Para além de um espaço de embarque e desembarque, de idas e vindas, o Tergip passa a ser um ambiente de contemplação e contato com obras de artistas mineiros, nacionais e internacionais.

Além da arte que sai dos museus e galerias e passa a ocupar o espaço público, estando mais próxima da população, os visitantes poderão conferir manifestações culturais diversas, como música, danças populares e até mesmo exposições de brinquedos e carros antigos. A proposta é de que sejam promovidas atrações periódicas ao longo do ano.

Criado em 1971, o Tergip recebeu, em dezembro de 2003, a exposição “Rodin na Rodoviária”. Na época, a atração fez parte do projeto "Momento Cultural", desenvolvido pela então administração do Terminal, que tinha como objetivo proporcionar acessibilidade cultural aos usuários. Uma década depois, a Codemig reinaugura o espaço dedicado à promoção dos bens artísticos e culturais.

Sob nova administração desde 1º de março de 2016, o Terminal Rodoviário, agora gerido pela Codemig, tem trabalhado para oferecer segurança, conforto e bem-estar a seus usuários. Comprometida com as diretrizes do Governo estadual em prol dos mineiros, a Codemig busca aproximar a arte do cidadão, unindo as pessoas por meio da cultura. O aumento da eficiência empresarial confere à Codemig competência para atuar em ações voltadas a proporcionar melhoria da qualidade de vida da população mineira, por meio de ações indutoras de desenvolvimento e do bem-estar social. A Empresa se integra de forma consciente e madura à política de valorização do cidadão praticada pelo Governo de Minas Gerais. Outras informações podem ser obtidas no site www.codemig.com.br.

Exposição Leandro Gabriel - Esculturas

Artista mineiro, idealizador do Projeto Viaduto das Artes, Leandro Gabriel busca socializar a arte a partir de exposições em espaços públicos de fácil acesso, aproximando a cultura das pessoas. O trabalho do escultor busca dar vida a materiais como peças de ferro que foram descartadas.

Por meio do uso da soldagem, o artista tem a natureza, paisagens e arquitetura como fontes inspiradoras que dão origem a suas peças. Obras de Leandro estão espalhadas por Belo Horizonte, ocupando diversos pontos da capital mineira, como, por exemplo, no Ponteio Lar Shopping e no Parque Estadual Serra do Rola Moça.

quarta, 24 de agosto de 2016
Codemig seleciona produtores de moda para o maior salão de negócios do setor no...
Codemig seleciona produtores de moda para o maior salão de n...
Codemig seleciona produtores de moda para o maior salão de negócios do setor no Brasil
quarta, 24 de agosto de 2016
Codemig e Setur lançam segunda edição do edital de incentivo à gastronomia minei...
Codemig e Setur lançam segunda edição do edital de incentivo...
Codemig e Setur lançam segunda edição do edital de incentivo à gastronomia mineira

Iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais potencializa a cadeia produtiva gastronômica e vem com novidades em prol da regionalização do desenvolvimento

A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur), lança, no próximo sábado (27), o Edital de Incentivo à Gastronomia 2016. A iniciativa destina R$ 1,5 milhão à valorização da gastronomia no Estado, por meio do apoio a eventos nos cinco territórios gastronômicos mineiros — Cerrado, Central, Espinhaço, Mantiqueira e Rios. O anúncio do lançamento ocorrerá durante o Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes, que será realizado na cidade mineira entre os dias 26 de agosto e 4 de setembro. As inscrições poderão ser feitas a partir da próxima quarta-feira (31/8), quando o edital estará disponível.

O edital propõe apoio a projetos em três categorias: Festivais Gastronômicos (voltada para eventos que já realizaram pelo menos uma edição nos últimos três anos), Food Truck nos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (para eventos que reúnam pelo menos oito food trucks) e Novos Eventos, que pretende estimular a criação de novos festivais e iniciativas pelo Estado.

Para o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria, o turismo e a gastronomia caminham lado a lado. “Nosso foco é que esse forte elemento cultural (gastronomia) se torne uma experiência inigualável para os turistas, fazendo com que a identidade do povo mineiro seja conhecida e reconhecida mundialmente”, salienta.

Estratégia de desenvolvimento

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Codemig, está investindo de modo pioneiro na gastronomia do Estado, setor estratégico na geração de emprego e renda para a economia mineira. O edital vai potencializar a cadeia produtiva gastronômica em Minas Gerais e movimentar o fluxo turístico regional e nacional, reforçando o posicionamento do Estado como um destino turístico gastronômico de referência no País.

“Considerada como cartão postal do Estado, a gastronomia mineira faz parte da nossa história e da nossa cultura. Dessa forma, o trabalho da Setur está pautado na promoção da gastronomia mineira enquanto produto turístico, promotor de destino e fator gerador de renda”, destaca o secretário Ricardo Faria. 

Com a primeira edição do edital, lançada em agosto de 2015, a Codemig investiu R$ 1,5 milhão no setor. Foram recebidas 72 inscrições, e selecionados projetos de eventos gastronômicos em 11 municípios mineiros (Belo Horizonte, Brumadinho, Diamantina, Divinópolis, Igarapé, Itabira, Juiz de Fora, Lambari, Nova Lima, São Gonçalo do Rio das Pedras e São João del-Rei). O objetivo, neste ano, é dobrar o número de contemplados e distribuir os recursos em cada um dos 17 Territórios de Desenvolvimento do Estado.

“Após o sucesso da seleção de 2015, teremos duas novidades para a edição 2016: a criação da categoria Novos Eventos e a ampliação da categoria Food Trucks, antes válida somente para municípios da Estrada Real, e agora para todos os 45 Circuitos Turísticos do Estado. As duas mudanças vão abrir possibilidades para as cidades e regiões que ainda não têm eventos gastronômicos consolidados”, explica a diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, Fernanda Machado.

Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes

O lançamento do Edital de Incentivo à Gastronomia da Codemig será anunciado no Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes, um dos eventos gastronômicos mais importantes do País. Na sua 19ª edição, o evento vai mobilizar mais de 350 profissionais de gastronomia e deve atrair para Tiradentes cerca de 40 mil pessoas de todo o Brasil, ao longo de dez dias de festival.

Em 2016, o Governo do Estado de Minas Gerais estará presente no festival com o espaço Minas de Todas as Artes. Uma parceria entre a Codemig, a Secretaria de Estado de Turismo, o Sebrae-MG e o Senac-MG, o local permite ao visitante conhecer, de maneira interativa, as etapas da cadeia produtiva da gastronomia. Percorrendo os espaços Origem Minas, Cozinha ao Vivo, Espaço Interativo, Espaço Aulas e Cápsula dos Sentidos, o público poderá apreciar os elementos que fazem um bom prato antes que ele chegue à mesa: os produtos in natura, os modos de fazer tradicionais e as técnicas dos chefs, por exemplo.

Outras informações sobre o Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes estão disponíveis no site www.farturagastronomia.com.br.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemig à gastronomia integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, lançado em agosto de 2015. A iniciativa inédita e estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 20 milhões em editais de fomento e fortalecimento, com iniciativas de valorização de setores como gastronomia, audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. Estima-se que haja mais de 250 mil empresas no Brasil na área da Indústria Criativa. Acompanhe as iniciativas do programa Minas de Todas as Artes no Facebook (www.facebook.com.br/minasdetodasasartes), no Instagram (@minasdetodasasartes) e no site da Codemig.

terça, 23 de agosto de 2016
Planos de ação para revitalização de distritos industriais mineiros serão entreg...
Planos de ação para revitalização de distritos industriais m...
Planos de ação para revitalização de distritos industriais mineiros serão entregues nos próximos meses pelo Governo de Minas Gerais

Codemig irá investir, até o fim do ano, cerca de R$ 30 milhões no programa, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento industrial em Minas Gerais

Iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), o Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais já se encontra na fase de desenvolvimento dos planos de ação. Inédito e estratégico, o projeto foi lançado em 2015, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG). O presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Junior, estiveram juntos no último dia 9, em reunião de acompanhamento do programa, que tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento industrial em Minas Gerais, tornando o Estado cada vez mais atrativo e dotado de melhores condições de competitividade para a indústria.

Após estudo detalhado das demandas e potencialidades dos 53 distritos industriais da Codemig, 13 deles foram selecionados como prioritários para receber as ações do programa: Belo Horizonte – Distrito do Jatobá, Betim, Contagem, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Ituiutaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Uberaba e Uberlândia. Na atual etapa, representantes da Codemig e da Fiemg estão trabalhando na sensibilização dos empresários e lideranças, bem como no apoio à criação de governanças locais. Também estão sendo identificadas as necessidades de cada negócio e as demandas coletivas, para definir as ações de melhoria.

A fase atual irá culminar na elaboração e entrega de um plano de ação para cada distrito. Dos 13 distritos prioritários, Belo Horizonte, Contagem e Governador Valadares já estão com seus planos concluídos; as demais propostas serão entregues até dezembro deste ano. Cada plano será elaborado com base em 22 aspectos estratégicos, como infraestrutura, recursos humanos, inovação tecnológica, imagem e mercado. Até o fim deste ano, a Codemig deve investir cerca de R$ 30 milhões no programa.

Iniciativa em expansão

As possibilidades abertas pelo Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais (DIs) já começam a atrair a atenção de empresários em outros distritos mineiros. A partir de demanda colocada pelos próprios dirigentes, os DIs de Araxá e de Araguari foram incorporados à iniciativa e serão os próximos a receber a equipe do projeto para levantamento de dados.

O presidente da Codemig ressaltou a importância dessa demanda ativa. “A parceria das empresas desde o início do processo vai permitir que esforços em todas as fases, da coleta de dados à implantação final, sejam compartilhados. Isso dará um grande impulso ao projeto e potencializará muito os resultados”, salientou Castello Branco.

Outras informações sobre o Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais  estão disponíveis nos sites www.distritosindustriaismg.com.br, www.codemig.com.br  e www.facebook.com/distritosindustriaismg.

quarta, 17 de agosto de 2016
Governo de Minas Gerais inicia hoje voos do projeto de integração regional aérea
Governo de Minas Gerais inicia hoje voos do projeto de integ...
Governo de Minas Gerais inicia hoje voos do projeto de integração regional aérea

Em iniciativa pioneira do Estado, por meio da Codemig e da Setop, doze municípios do interior agora têm voos de ligação direta com a capital

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), iniciou nesta quarta-feira (17/08) a implementação do Projeto de Integração Regional de Minas Gerais - Modal Aéreo (PIRMA). A partir de agora, serão oferecidos 60 voos por semana, sem escalas, ligando o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, a doze cidades do interior: Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Juiz de Fora, Muriaé, Patos de Minas, Ponte Nova, São João del-Rei, Teófilo Otoni, Ubá, Varginha e Viçosa.

O voo inaugural realizado hoje levou autoridades e representantes institucionais à cidade de São João del-Rei, em um percurso de aproximadamente meia hora. Entre os passageiros, estavam o presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, a diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, Fernanda Machado, o presidente da Fiemg, Olavo Machado Júnior, e o presidente da Federaminas, Emílio Parolini.

O presidente da Codemig destacou a importância da aviação regional para o desenvolvimento de diversos territórios de Minas Gerais: “É uma iniciativa inédita do Governo do Estado para estimular negócios e dinamizar a economia dessas regiões. O transporte aéreo é sempre um fator de transformação”, salientou Castello Branco.

O primeiro passageiro a embarcar em um voo do PIRMA foi o médico pediatra Paulo Henrique Corrêa. Ele tem a fotografia como hobby e aproveitou a oportunidade de visitar São João del-Rei, indo e voltando no mesmo dia, para fazer fotos na cidade histórica. “Eu adorei a ideia dos voos para o interior e já estou programando a próxima viagem, que será para Diamantina”, afirmou.

As vendas dos vouchers de voo são feitas pelo site www.voeminasgerais.com.br. Em média, cada voo cobrirá 200 quilômetros, terá duração de 40 minutos e custará cerca de R$ 300,00 por passageiro.

As viagens são oferecidas em aviões de pequeno porte, modelo Cessna Grand Caravan 208 B, homologados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para o transporte de até nove passageiros. A companhia aérea que presta o serviço é a Two Táxi Aéreo, vencedora da licitação realizada pela Codemig.

As rotas e frequências dos voos foram definidas preferencialmente para cidades não atendidas pela aviação regular e a partir de uma pesquisa de mercado, que ouviu 2.100 pessoas em 31 municípios do estado, para identificar a demanda pelo transporte aéreo nessas localidades. Em uma segunda etapa, confirmada a sustentabilidade técnica e econômica do projeto, poderão ser incluídas novas localidades e ampliada a frequência dos voos.

O uso de aeronaves de pequeno porte para o transporte de passageiros e cargas é usual na região Norte do Brasil. Em Minas Gerais, a Codemig está investindo no empreendimento para estimular a cultura da aviação regional, com potencial para se tornar uma operação sustentável, capaz de fomentar o turismo e os negócios em todas as regiões do estado.

PIRMA E AVIAÇÃO

O Projeto de Integração Regional de Minas Gerais - Modal Aéreo busca fomentar os negócios regionais, desenvolver o turismo e facilitar o deslocamento de moradores do interior a Belo Horizonte, permitindo que tenham acesso rápido a eventos e serviços disponíveis na capital.  Para Minas Gerais, que possui uma área total de quase 600 mil quilômetros quadrados, o investimento na regionalização por meio do transporte aéreo é estratégico contribui para a redução das desigualdades nos 17 territórios de desenvolvimento definidos pelo Governo do Estado.

Segundo informações da ANAC, Minas Gerais conta atualmente com 121 aeródromos privados e 86 públicos. A administração, manutenção e exploração dos aeródromos públicos são atribuições da União. A Setop vem trabalhando em processos de delegação União – Estado, possibilitando investimentos do Governo estadual em reformas, melhorias e posterior delegação aos municípios ou empresas, para operação e manutenção.

Outras informações estão disponíveis em:
www.voeminasgerais.com.br
www.facebook.com/voeminasgerais

terça, 16 de agosto de 2016
Festival incentivado pela Codemig atrai 45 mil pessoas a bares e restaurantes de...
Festival incentivado pela Codemig atrai 45 mil pessoas a bar...
Festival incentivado pela Codemig atrai 45 mil pessoas a bares e restaurantes de Divinópolis

Eventos dedicados à valorização e à comercialização da gastronomia mineira são fomentados pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio do Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa

Entre os dias 1º de julho e 6 de agosto de 2016, o Festival Prato da Casa movimentou a cena gastronômica de Divinópolis, no centro-oeste mineiro. Em sua 12ª edição, o evento destacou os “Sabores do Cerrado”: 14 bares e restaurantes incorporaram ingredientes típicos, como os queijos canastra e do serro, tomate, café e grãos, em pratos inéditos que disputaram o voto dos comensais. O vencedor da competição foi o bar Peixe Dourado, com o petisco “Canastraqui”: medalhão de tilápia com creme de palmito, crosta de queijo, espetinho de tilápia com queijo canastra e hortelã, bolinho de arroz com banana da terra, molho de pequi, molho agridoce de abacaxi e balinhas de café.

Fomentado pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), o Prato da Casa atraiu mais de 45 mil clientes aos estabelecimentos participantes, ao longo de 36 dias de evento. Já à festa de encerramento, no dia 6/8, compareceram 10 mil pessoas. A iniciativa de fomento é parte do Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa.

Editais de gastronomia

Os editais de gastronomia lançados pela Codemig abrangem propostas de festivais gastronômicos e de projetos para a realização de encontros de Food Truck em cidades da Estrada Real. Ao todo, mais de 10 projetos foram contemplados, beneficiando todos os territórios gastronômicos do Estado: Cerrado, Espinhaço, Rios, Central e Mantiqueira. O investimento da Codemig nessa iniciativa pioneira totaliza R$1,5 milhão.

Foram avaliados critérios como viabilidade da execução, abrangência, inovação, envolvimento de profissionais e produtos da região, participação de chefs, público estimado, estrutura física, estratégias de comunicação e comercialização, tradição do evento e acessibilidade. A seleção de projetos de fortalecimento e fomento dos festivais gastronômicos tem o objetivo de potencializar a cadeia produtiva gastronômica em Minas Gerais e contribuir para a movimentação do fluxo turístico regional e nacional, além de reforçar o posicionamento do Estado como um destino turístico gastronômico de referência no País.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemig à gastronomia integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, lançado em agosto de 2015. A iniciativa inédita e estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 20 milhões em editais de fomento e fortalecimento, com iniciativas de valorização de setores como gastronomia, audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. Estima-se que haja mais de 250 mil empresas no Brasil na área da Indústria Criativa. Saiba mais no facebook.com/minasdetodasasartes e no Instagram: @minasdetodasasartes.

terça, 09 de agosto de 2016
Codemig inicia venda de vouchers para 60 voos regionais em Minas Gerais
Codemig inicia venda de vouchers para 60 voos regionais em M...
Codemig inicia venda de vouchers para 60 voos regionais em Minas Gerais
quinta, 04 de agosto de 2016
Projeto estadual de desenvolvimento sustentável coordenado pela Codemig realiza...
Projeto estadual de desenvolvimento sustentável coordenado p...
Projeto estadual de desenvolvimento sustentável coordenado pela Codemig realiza plantio de mais de 6 milhões de mudas
quinta, 28 de julho de 2016
Governo de Minas Gerais, Codemig e Tergip reinauguram espaço cultural na rodoviá...
Governo de Minas Gerais, Codemig e Tergip reinauguram espaço...
Governo de Minas Gerais, Codemig e Tergip reinauguram espaço cultural na rodoviária de BH
terça, 26 de julho de 2016
Espetáculo reúne nomes relevantes do audiovisual mineiro
Espetáculo reúne nomes relevantes do audiovisual mineiro
Espetáculo reúne nomes relevantes do audiovisual mineiro

Dez artistas participam de performance na exposição “Lupa: ensaios audiovisuais”, inaugurada com a MAX, evento promovido pelo Governo de Minas Gerais

Cineastas e videoartistas conhecidos do cenário mineiro apresentam, na próxima terça-feira (26/07), a performance “Monstruário Ilustrado”, que mistura cenografia, projeções de imagens e música ao vivo. O espetáculo será realizado no Museu de Artes e Ofícios e integra a programação da exposição “Lupa: ensaios audiovisuais”, inaugurada com a abertura do evento Minas Gerais Audiovisual Expo (MAX), em 31 de maio. Iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, o Sebrae Minas e o Sistema Fiemg/Sesi, a MAX foi promovida entre os dias 1º e 5 de junho e se destacou como o maior salão de negócios audiovisuais já realizado no estado, com 77 painéis, 2.226 inscritos, 451 rodadas de negócios e R$261 milhões em volume de negócios gerados.

O espetáculo “Monstruário Ilustrado” é uma obra do coletivo F.A.Q*//feitoamãos, formado por André Amparo, Cláudio Santos, Chico de Paula, Marcelo Braga, André Melo, Ronaldo Gino e Vitor Garcia, com participação dos convidados Fabiano Fonseca, Paulo Thomaz e Yan Vasconcelos. O tema da performance são os monstros contemporâneos, inspirados no conceito dos bestiários, compilações medievais, geralmente em versos, de narrativas alegóricas sobre animais fabulosos ou reais.

Desde os séculos XII e XIII, os monstros penetraram nos domínios da arte religiosa. Antes ligados ao desconhecido, ao desumano, distante e ameaçadores, passaram a ser considerados criaturas de Deus, aproximando-se das figuras humanas. Esses monstros sempre mantiveram uma relação de proximidade com a imaginação humana, seja para amedrontar o povo, seja para engrandecer os feitos de reis e heróis. Depois de materializados, tornados visíveis em pórticos e iluminuras, passaram a habitar também os bestiários.

Esta apresentação do grupo une a tecnologia às formas de expressão artística para recriar essas compilações num ambiente tridimensional e compor um retrato do mundo contemporâneo por meio de seus monstros, de seus medos e temores.

Lupa: ensaios audiovisuais

A exposição “Lupa: ensaios audiovisuais” abriu, em 31 de maio, a programação da primeira edição da MAX e já levou mais de 5 mil pessoas ao Museu de Artes e Ofícios, na capital. A exposição apresenta a história do audiovisual no estado e no país, percorrendo conceitos e linguagens desde a década de 60 até os dias de hoje. A entrada é gratuita. A exposição segue em cartaz até o dia 31 de julho, de terça a sexta-feira, entre 12h e 19h, e aos sábados, domingos e feriados, de 11h às 17h.

MAX 2016

Em junho, durante a MAX, Belo Horizonte recebeu os principais responsáveis pela produção, comercialização e distribuição de conteúdos para TV, cinema, internet, games e novas mídias no Brasil e no exterior. A Minas Gerais Audiovisual Expo constituiu uma vitrine dos progressos dos setores do audiovisual e do entretenimento e um trunfo de competitividade para o Estado.

Além da alta satisfação do público, os resultados da MAX foram significativos. Aberto aos mercados nacional e internacional, o evento objetiva ser referência para os profissionais brasileiros do cinema, da televisão e da animação. A edição 2017 já está marcada: ocorrerá de 22 a 25 de agosto do próximo ano.

Serviço: Performance “Monstruário Ilustrado” – Exposição Lupa
Data: 26 de julho
Horário: 20h
Local: Museu de Artes e Ofícios
Endereço: Praça Rui Barbosa, 600, Centro, Belo Horizonte-MG
Entrada gratuita sujeita à lotação do espaço

terça, 19 de julho de 2016
Festival gastronômico contemplado por edital da Codemig movimenta a cidade de La...
Festival gastronômico contemplado por edital da Codemig movi...
Festival gastronômico contemplado por edital da Codemig movimenta a cidade de Lambari

Eventos dedicados à valorização e à comercialização da gastronomia mineira são fomentados pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio do Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa

De quinta-feira a domingo (21 a 24/7), o Festival Gastronomia & Artes movimenta a cidade de Lambari, estância hidromineral que integra o Circuito das Águas de Minas Gerais. Fomentado pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), o festival traz tendas gastronômicas e de artesanato, além de oficinas e música ao vivo. A iniciativa de fomento é parte do Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa.

A edição 2016 do festival terá como tema “Temperos do Mundo na Comida Mineira”. Doze estabelecimentos participantes desenvolveram receitas que combinam ingredientes tipicamente mineiros com sabores cosmopolitas. Outro destaque é a tenda “Vamos Comer Café”, onde o público poderá degustar pratos e sobremesas que incorporam este importante produto regional. Cerca de oito mil visitantes devem passar pelo evento.

O Festival Gastronomia & Artes será realizado no espaço Piscina de Água Mineral, em Lambari. Outras informações sobre a iniciativa estão disponíveis em www.gastronomiaeartes.com.br.

Editais de gastronomia

Os editais de gastronomia lançados pela Codemig abrangem propostas de festivais gastronômicos e de projetos para a realização de encontros de Food Truck em cidades da Estrada Real. Ao todo, mais de 10 projetos foram contemplados, beneficiando todos os territórios gastronômicos do Estado: Cerrado, Espinhaço, Rios, Central e Mantiqueira. O investimento da Codemig nessa iniciativa pioneira totaliza R$1,5 milhão.

Foram avaliados critérios como viabilidade da execução, abrangência, inovação, envolvimento de profissionais e produtos da região, participação de chefs, público estimado, estrutura física, estratégias de comunicação e comercialização, tradição do evento e acessibilidade. A seleção de projetos de fortalecimento e fomento dos festivais gastronômicos tem o objetivo de potencializar a cadeia produtiva gastronômica em Minas Gerais e contribuir para a movimentação do fluxo turístico regional e nacional, além de reforçar o posicionamento do Estado como um destino turístico gastronômico de referência no País.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemig à gastronomia integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, lançado em agosto de 2015. A iniciativa inédita e estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 20 milhões em editais de fomento e fortalecimento, com iniciativas de valorização de setores como gastronomia, audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. Estima-se que haja mais de 250 mil empresas no Brasil na área da Indústria Criativa. Acompanhe as iniciativas do programa Minas de Todas as Artes no Facebook (www.facebook.com.br/minasdetodasasartes) e no Instagram (@minasdetodasasartes).

segunda, 18 de julho de 2016
Governo de Minas Gerais cria projeto inédito de integração aérea
Governo de Minas Gerais cria projeto inédito de integração a...
Governo de Minas Gerais cria projeto inédito de integração aérea
sexta, 15 de julho de 2016
Governo de Minas Gerais e Codemig iniciam projeto de modernização no Distrito In...
Governo de Minas Gerais e Codemig iniciam projeto de moderni...
Governo de Minas Gerais e Codemig iniciam projeto de modernização no Distrito Industrial de Betim

Representantes da Codemig e da Fiemg apresentaram etapas aos empresários

Nesta sexta-feira, dia 15/07, representantes da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) reuniram-se com empresários de Betim para discutir o projeto de revitalização do distrito industrial Paulo Camilo. O encontro foi a primeira etapa, no município, do Programa de Revitalização e Modernização dos Distritos Industriais de Minas Gerais, que irá investir, até o fim do ano, R$ 30 milhões em infraestrutura e no apoio à gestão das empresas instaladas nos distritos industriais de várias regiões do Estado.

Betim é um dos 13 distritos industriais selecionados como prioritários para receber as ações do programa. No primeiro encontro na cidade, foi apresentada a metodologia do projeto, que prevê a participação dos empresários em todas as etapas. A diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, Fernanda Machado, destacou a importância dessa parceria: “O Estado está assumindo o papel de indutor do processo e fará um investimento importante. Mas é fundamental a atuação conjunta dos empresários, criando um ambiente de cooperação”.

Participaram do encontro representantes de empresas estratégicas do município, como a Fiat e a Petrobrás, além de dirigentes do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), que representa diversos negócios instalados no distrito.

O projeto prevê a criação de uma governança local para acompanhar o levantamento das demandas, o desenvolvimento do plano de ação e a execução dos investimentos.  “Estamos estimulando a fundação de uma entidade associativa em cada um dos distritos atendidos. Essa é uma oportunidade única para os empresários defenderem os seus interesses comuns e se fortalecerem para garantir a continuidade das ações”, explicou Adair Evangelista Marques, Superintendente de Desenvolvimento Industrial do Instituto Euvaldo Lodi, ligado à Fiemg.

Diagnóstico

A próxima etapa do projeto é de diagnóstico. Em agosto, os empresários de Betim responderão a um questionário on line e receberão a visita de consultores que irão avaliar tanto as necessidades de cada negócio como as demandas coletivas. Segundo o diretor do Instituto Qualidade Produtividade Minas, Caio Márcio Becker Soares, que fará os estudos, o objetivo é identificar a maturidade das empresas. “Os empresários receberão uma análise individual, para orientá-los nas dificuldades de gestão ou de mercado que porventura tenham”, pontuou.

As informações também irão nortear os serviços de capacitação a serem oferecidos na localidade pelos parceiros, como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG). O plano de ação do distrito será elaborado com base em diversos aspectos estratégicos, como infraestrutura, recursos humanos, inovação tecnológica, imagem e mercado.

O Programa

Inédito e estratégico, o Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais foi lançado em maio de 2015 pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Codemig, em parceria com a Fiemg e o Sebrae-MG, tornando o Estado cada vez mais atrativo e dotado de melhores condições de competitividade para a indústria.

Os outros 12 distritos selecionados para a revitalização nessa primeira etapa são: Belo Horizonte (Distrito do Jatobá), Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Ituiutaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Uberaba, Uberlândia e Contagem. A seleção dessas localidades foi feita com base em um estudo socioeconômico dos 44 municípios nos quais os 53 distritos industriais da Codemig estão instalados. Foram considerados critérios de seleção como percentual do PIB industrial em relação ao PIB municipal, área, bioma, disponibilidade de água superficial e subterrânea, acesso logístico e existência de aterro regularizado.

Outras informações:
www.distritosindustriaismg.com.br
www.facebook.com/distritosindustriaismg